Muitas pessoas querem começar a realizar um trabalho voluntário, seja por motivos pessoais, sociais ou até profissionais, mas ainda tem algumas dúvidas de como começar a ajudar as pessoas que mais necessitam. A seguir mostraremos 5 passos para começar a a fazer um trabalho voluntário que mais esteja relacionado com seus ideais e habilidades.

  • Decidir qual é sua causa

No Brasil existe ainda muitos problemas e injustiças que precisam da ajuda de todos para tornar o país um lugar melhor. Dessa forma, a variedade de causas em que podemos nos importar é grande mas é importante definir aquela que mais move com seus conceitos e visões de mundo.

Para ajudar na sua escolha, temos algumas causas que ainda precisam de ajuda podem ser: animais, mulheres, comunidade LGBTQI+, deficientes, refugiados, educação, e muito outros.

  • Escolher uma instituição para você contribuir

Trabalho voluntário

Segundo o IPEA – Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas, instituição ligada ao Governo Federal, o Brasil fechou o ano de 2017 com um total 820 mil ONGs existentes, e existem muitas formas de conhecer melhor o trabalho de cada uma delas, seja realizando uma visita, realizando uma ligação e entrando em contato pelo site, e-mail e redes sociais.

O Núcleo Assistencial Fraterno, por exemplo, é uma entidade civil, que desde 1978, possui diversos projetos voluntários que asseguram melhor qualidade de vida para as populações carentes e visam uma perspectiva de futuro melhor para nosso país.

Eles possuem um projeto voltado para crianças (Creche Meimei), para assistência social para moradores de rua (Mãos estendidas), projeto de inclusão digital para pessoas mais carentes (Telecentro), e vários outros.

  • Definir como pode ser sua contribuição

Muitas pessoas acreditam que a contribuição para pessoas com maiores necessidades estão apenas relacionados a questões financeiras. É um fato que a maioria das ONGs no Brasil necessitam de parceiros para exercer suas funções, mas esta não é a única ajuda que podemos fornecer.

Aqui no Mãos Estendidas, por exemplo, do Núcleo Assistencial Fraterno, dá assistência social aos moradores de ruas de São Paulo. A assistência vai desde o fornecimento de um café da manhã e almoço, até assistência jurídica, cortes de cabelo, serviços dentários, e exames médicos. Assim, a contribuição é vasta para quem quer fazer do Brasil um melhor lugar para todos!

  • Ter compromisso com a nova tarefa

Depois de encontrar a causa, saber a instituição e definir sua contribuição é importante estar engajado no novo trabalho: Muitas pessoas estão contando com ele para ter uma vida melhor.

É importante ser sempre pontual nos encontros e trabalhos, seja de um dia ou um trabalho recorrente. Além disso é essencial analisar se a tarefa que foi atribuída a você corresponde as suas vontades e habilidades, e principalmente, se você quer realmente dar o seu máximo na ajuda do outro!

  • Botar a mão na massa

Agora que você já entendeu como escolher a melhor maneira de ajudar as pessoas mais necessitadas, é importante entender as regras da instituição, os horários e dias de trabalho, as escalas, e, principalmente, se engajar cada vez mais na causa que está ajudando.

Pesquisas indicam realizar um trabalho voluntário impacta em vários aspectos da vida, como diminuição do estresse, melhora do humor e enriquecimento do propósito de vida.

Como esses 5 passos você está preparado para sua nova jornada rumo a transformação da sociedade em um lugar melhor!